As emoções interferem na sua produtividade profissional?

Tempo de leitura: 1 minuto

Você já ouviu falar na escala de consciência desenvolvida pelo médico psiquiatra americano David R. Hawkins (1927 – 2012)? Segundo as pesquisas do psiquiatra usado a cinesiologia – que são forças que atuam sobre o corpo humano – relacionando os níveis de consciência em estratificações que contém algumas semelhanças como, por exemplo, estruturas dos chakras do yoga e outras escolas espirituais e abordagens psico-espirituais. Nesse trabalho, ele criou um mapa útil da consciência humana, que é conhecido como Escala Hawkins da Consciência. Mas o que isso tem a ver com emoção e trabalho? Tudo.

A nossa mente subconsciente é um segmento da gama total de consciência e ela é responsável por armazenar as recordações e as questões emocionais. Além disso, ela é responsável por controlar o sistema nervoso involuntário que administra a nossa respiração, digestão e o metabolismo. Outro fator que interfere nas nossas emoções além do subconsciente é, segundo John Diamond, são os hemisférios direito e esquerdo do cérebro. De acordo com ele, o lado esquerdo do cérebro é responsável pelo pensamento analítico e atividade verbal e o lado direito é usado para atividades intuitivas, artística e orientação espacial.

Sendo assim, as nossas emoções se concentram do lado direito do cérebro e nossas reações estão ligadas aos estímulos sensoriais que desenvolvemos ao longo da vida. Não é exagero nenhum falarmos que o sucesso e a qualidade de vida estão ligados a esse ponto que está relacionado a sinergia pessoal.

Por tanto, para ter sucesso na vida profissional e também na pessoal, além de dedicação é necessário estarmos em sinergia conosco e com o universo e é preciso entendermos o estímulo do nosso corpo com relação aos acontecimentos. A medida que entendemos isso, nossa rotina produtiva se torna enriquecida e nos tornamos mais realizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *