Geração Millenium

Tempo de leitura: 3 minutos

Novo modelo de liderança para lidar com a Geração Millenium

É hora das empresas acordarem para a necessidade de qualificar melhor seus líderes, sob pena de perderem espaço para a concorrência

Desenvolver pessoas para alcançar resultados extraordinários.

Qual empresa não quer resultados extraordinários? Um dos passos para isso é qualificar seus colaboradores. E, para isso, é preciso que a corporação tenha líderes afinados com as novas tendências do século XXI.

As pessoas que têm entre 25 e 37 anos – a chamada geração Millenium – é a que forma a maior parte da mão de obra disponível no mercado. A boa notícia é de que essa geração é criativa e ambiciosa.

A má – dependendo do ponto de vista – é de que é uma geração que não tem apego. Não tem apego a casa, ao carro e… nem ao emprego. Quer viver intensamente o momento presente. Ou seja: para trazer resultados extraordinários, quer liberdade e fazer do jeito dela.

Novo modelo

Por isso empresas que adotam um novo modelo de liderança – o Google é a principal referência – têm alcançado crescimento impressionante. Já aquelas que patinam no velho modelo de gestão, baseado na hierarquia e na força, estão com dificuldade para reter talentos.

É comum, nos treinamentos que ministramos pela Skale Desenvolvimento Humano, ouvir de líderes frases como: “essa molecada não quer nada com nada”… ou “estão sempre querendo mudar, sem paciência para esperar a oportunidade”.

É isso mesmo!!! É uma geração que quer trabalhar feliz e alcançar resultados de forma rápida, com flexibilidade de tarefas e, se possível, de horário. Há quem classifique isso como qualidade de vida. Outros dizem que é irresponsabilidade. Tudo uma questão de ótica.

Diante disso, não surpreende que mais de 70% das empresas estejam

Team Coaching com líderes do Grupo Muffato: novo estilo de liderança

insatisfeitas com as lideranças que possuem. Esses líderes não foram preparados para lidar com a geração millenium.

Para ter essa capacidade de motivar os colaboradores, o líder deve ter maturidade. E essa maturidade será alcançada com o desenvolvimento de alguns requisitos:

– Controle das emoções;

– Segurança;

– Responsabilidade sobre os próprios atos;

– Capacidade de se relacionar e engajar pessoas;

– Saber lidar com adversidades;

– Habilidade para dar e receber feedback.

Requisitos, evidentemente, muito apreciados pelas empresas, mas que, infelizmente, são raros exatamente por falta de investimento na formação das lideranças.

Business Coaching

Temos tido experiências maravilhosas nas formações e treinamentos em empresas. O Business & Executive Coaching tem exatamente este propósito: transformar bons colaboradores em líderes extraordinários e levá-los a lidar de forma assertiva com a geração millenium.

Recentemente, por exemplo, concluímos o treinamento com gerentes, sub-gerentes e supervisores da Regional Sul do Grupo Muffato, maior rede varejista do Paraná e 5ª maior do Brasil.

Foram 12 encontros de 4 horas cada. Trabalhamos profundamente vários temas, entre eles:

– Posicionamento como Líder;

– Comunicação;

– Feedback;

– Gestão do Tempo;

– Alta Performance;

– Gestão das Emoções.

Três meses de aprofundamento, debate, autoconhecimento e ferramentas poderosas que já são usadas pelos líderes em suas respectivas funções dentro da empresa. De acordo com os supervisores de RH do Grupo Muffato, as mudanças são visíveis e profundas.

Ou seja: o ROI – Retorno sobre o Investimento – é imediato, e se reflete na qualidade do trabalho, nos resultados alcançados e na melhora do relacionamento.

O desafio está posto: as empresas que não se atentarem para a importância de qualificarem seus líderes tendem a perder fôlego e espaço para a concorrência. Afinal, a geração millenium está aí, exigindo uma mudança profunda de postura.

Quer saber mais sobre a geração millenium? Sugiro fortemente que você assista ao seguinte vídeo no YouTube: www.youtube.com/watch?v=F12DAS-ZNDY.

Mas assista sentado. Talvez você precise se recompor depois.

Um abraço e até o próximo artigo!

Marcos Giraldi -Jornalista, Coach e CEO Skale.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *